Conferência das Cidades de Minas reúne, na RMBH, mais de 600 pessoas que vão debater políticas para áreas como saneamento básico, habitação e mobilidade urbana

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), realiza até o dia 22 de setembro a 5ª Conferência das Cidades de Minas Gerais, no Hotel Fazenda Canto da Siriema, em Jaboticatuas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na oportunidade, os 650 delegados elitos nas etapas municipais e que representam a sociedade civil organizada e o poder público de 145 cidades mineiras discutem propostas para diminuir as desigualdades regionais, sociais e o desenvolvimento dos municípios mineiros.

Durante o evento, os participantes vão escolher, entre 3.200 propostas oriundas dos municípios, 45 que serão defendidas em novembro na Conferência Nacional, que acontece em Brasília. Foram analisadas proposições na área de saneamento básico, habitação, mobilidade urbana e planejamento urbano.

De acordo com o secretário-adjunto da Sedru, Alencar Santos Viana, os temas debatidos no evento vão de encontro com as reivindicações surgidas nas ruas de todo o país, durante as manifestações de junho. “Esta conferência é um espaço democrático onde os poderes executivo e legislativo se unem aos representantes da sociedade para em conjunto discutir assuntos que são primordiais para o desenvolvimento das nossas cidades. Com isso, pretendemos, de forma participativa, encontrar alternativas para melhorar as condições de vida da população através da realização de políticas urbanas que efetivamente atendam aos anseios do povo” disse durante a abertura do encontro, realizada nesta sexta-feira (20).

O evento ainda vai trabalhar a temática do Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano (SNDU), sobretudo, quanto à participação e controle social; Fundo Nacional de Desenvolvimento Urbano (FNDU); instrumentos e políticas de integração intersetorial e territorial; políticas de incentivo à implantação de instrumentos de promoção da função social da propriedade.

A conferência que termina neste domingo (22) ainda vai eleger os delegados que irão fazer parte da comitiva de Minas Gerais durante a Conferência Nacional e também os representantes que irão compor o Conselho Estadual de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Conedru), durante o mandato 2014 – 2016.

Participam do evento gestores públicos do legislativo e executivo municipais e estaduais , representantes de instituições da sociedade civil, de movimentos populares, entidades sindicais, profissionais, acadêmicas e de pesquisas, além de organizações não governamentais.

Conferência das Cidades

Criada pelo Ministério das Cidades para consolidar a parceria entre os governos e a sociedade civil e construir um modelo de política urbana com a participação efetiva dos municípios, a conferência ocorre com intervalos de dois ou três anos.

Entre os objetivos específicos da conferência estadual se destacam a interlocução entre autoridades e gestores públicos com os diversos segmentos da sociedade sobre as políticas de desenvolvimento urbano, a mobilização da sociedade para agendas, metas, diretrizes e planos de ação para o Estado, as regiões e as cidades, além da participação popular na formulação de proposições.

Fonte: www.agenciaminas.mg.gov.br

Envie sua mensagem